Banco Santander é multado em US$ 26 milhões nos EUA

O Banco Santander vai pagar 26 milhões de dólares para encerrar processos judiciais, por envolvimento em práticas maliciosas na concessão de crédito para financiamento de automóveis e emissão de obrigações nos Estados norte-americanos do Massachusetts e Delaware.

O Banco Santander, concedeu crédito sem restrições para aquisição de automóveis a consumidores suscetíveis de não o pagar, com elevadas taxas de juros.

"O Santander SABIA (em maiúsculas no original) que estava a conceder maus empréstimos aos consumidores. Empréstimos que sabia que não nos podiam pagar", acusou a procuradora-geral do Massachusetts, Maura Healey, na rede social Twitter.
"Depois de consolidar [juntar] os créditos ruinosos, o Santander securitizou-os e vendeu-os com lucro", acrescentou.

A securitização consiste na operação que a instituição realiza a emissão de obrigações ('securities') garantidas pelo rendimento de outras fontes.

Healey e o procurador-geral do Delaware, Matt Denn, descreveram que este esquema é semelhante ao que contribuiu para a crise financeira de 2008 nos EUA.

Neste caso especifico, o Banco Santander vai pagar 22 milhões de dólares no Massachusetts, 3,9 milhões no Delaware, com a maior parte destas verbas a irem para consumidores.
Banco Santander é multado em US$ 26 milhões nos EUA Banco Santander é multado em US$ 26 milhões nos EUA Rezenha O Conciliador por maio 13, 2020 Avaliação: 5

Nenhum comentário:

Excluímos comentários anônimos.


O Conciliador Comment Policy

Leia o post inteiro ANTES de comentar e lembre-se de ser legal com os colegas. A comunidade agradece. :)

Please read our Comment Policy before commenting.

Tecnologia do Blogger.